Como a Germânica Heilkunde explica a catarata?

Como a Germânica Heilkunde explica a catarata?

A catarata é uma condição que obscurece nossas lentes oculares, dificultando a visão clara. Isso pode ocorrer quando as proteínas se acumulam e formam uma camada nublada na lente.

Segundo a medicina tradicional, a catarata é considerada uma parte normal do processo de envelhecimento, embora nem todas as pessoas desenvolvam uma catarata em uma idade mais avançada.

Do ponto de vista da Germânica Heilkunde, são as crescentes incidências de conflitos de separação visual, de pais, cônjuge, companheiro de longa data ou amigo, explicando porque a catarata é muito mais comum em pessoas idosas.

Quais são os sintomas da catarata?

Aqui estão algumas alterações na visão que são percebidas no indivíduo com catarata:

  • Visão embaçada;
  • Ver o dobro (quando você vê duas imagens, em vez de uma);
  • Ser extremamente sensível à luz;
  • Ter problemas para enxergar bem à noite ou precisar de mais luz ao ler;
  • Ver cores brilhantes como desbotadas ou amarelas.

Catarata e conflito de separação visual

Através de estudos de Dr. Hamer, podemos compreender que a catarata ocorre durante a fase de cura de uma separação visual severa de um ente querido, deixando de ter “alguém à vista”.

A separação pode até mesmo ser de um animal de estimação, mesmo que tenha sido "perdido de vista".

Caso a lente direita ou esquerda esteja envolvida, ela se relaciona com o relacionamento de mãe, filho ou parceiro. Podemos chamar isso de lateralidade na Germânica Heilkunde.

Durante a atividade de conflito, ulcerações microscópicas aparecem nas lentes. Não haverá sintomas durante esta fase.

Após a resolução do conflito, ocorre um acúmulo de proteínas, causando a opacidade nas lentes, outrora claras. Com os sintomas de desfocagem, opacidade, visão dupla e até mesmo a cegueira total.

Propósito significativo da catarata

Como sempre falo nesse blog, toda doença tem um significado biológico, inclusive a catarata, que pode ser compreendida no contexto da biologia e da evolução.

O objetivo biológico das ulcerações microscópicas que ocorrem durante a atividade de conflito é aguçar e aumentar nossa visão para nos ajudar a não "perder de vista" nosso ente querido.

Se o conflito de separação visual for identificado e resolvido logo no início do processo, o resultado será bastante satisfatório.

Mas sem o conhecimento da Germânica Heilkunde, a maioria dos indivíduos poderá experimentar décadas de recaída em atividades de conflito.

Ironicamente, a visão muito falha pode servir como um lembrete para a separação visual original, reforçando-a.

Estresse persistente pode levar a perda da visão?

Falando em problemas na visão, foi publicado um estudo no EPMA Journal, a publicação oficial da Associação Europeia de Medicina Preditiva, Preventiva e Personalizada, que sugere que o estresse pode levar a perda de visão.

A pesquisa foi liderada pelo professor Bernhard Sabel, diretor do Instituto de Psicologia Médica da Universidade Magdeburg, na Alemanha.

O professor e seus colegas explicam que o estresse persistente, que aumenta os níveis do hormônio cortisol, pode afetar negativamente nosso sistema nervoso simpático e vascular.

Sabel e seu colegas, após realizarem a análise de centenas de estudos e ensaios clínicos, concluíram que o estresse não é apenas uma consequência da perda da visão, mas também pode agravar as condições oculares.

"Existem evidências claras de um componente psicossomático da perda da visão, pois o estresse é uma causa importante e não apenas uma consequência da perda progressiva da visão resultante de doenças como glaucoma, neuropatia óptica, retinopatia diabética e doenças relacionadas à idade”, explica o professor.

Alguns dos estudos revisados na nova pesquisa mostram até que reduzir o estresse pode ajudar a restaurar a visão.

O coautor do estudo, Muneeb Faiq, um pesquisador clínico do Instituto de Ciências Médicas All India, em Nova Délhi, na Índia, tem o seguinte pensamento: " Mesmo quando isso está longe da certeza e a cegueira quase nunca ocorre, o medo e a ansiedade que se seguem são um fardo neurológico e psicológico com consequências fisiológicas que muitas vezes pioram a condição da doença".

Por isso não devemos ter medo, e sim compreender o que realmente ocorre em nosso corpo através da Germânica Heilkunde.

Fonte de estudo: https://www.medicalnewstoday.com/articles/322222.php#1

Conclusão

Espero que você tenha compreendido como a Germânica Heilkunde explica a catarata.

Considerou o artigo útil? Compartilhe esse artigo para que possamos ajudar mais pessoas a terem conhecimento sobre a Nova Medicina Germânica.

Quer ter um maior conhecimento da Germânica Heilkunde? Participe da nossa próxima turma Germânica Heilkunde Formação Online.

Este blog é apenas um blog educativo. As informações e serviços aqui contidos não devem ser interpretados como um diagnóstico, tratamento, prescrição ou cura para a doença. Aqueles que buscam tratamento para uma doença específica devem consultar seu médico para determinar o protocolo de tratamento adequado, correto e aceito antes de usar qualquer coisa que é divulgado nesta página. O material referenciado acima reflete a convicção sincera da Dra. Marina Bernardi sobre esta nova medicina.


Receba as novidades!